Setembro Amarelo: O que é e qual a importância da campanha?

Saiba o que é o Setembro Amarelo, uma campanha de prevenção ao suicídio que visa conscientizar e sensibilizar a sociedade sobre isso.

Chegamos a mais um mês de setembro, e com ele vem a oportunidade de abordar um tema crucial que afeta milhões de pessoas em todo o mundo: a saúde mental.

Neste artigo iremos tratar do assunto e tirar suas dúvidas a respeito.

O que é o Setembro Amarelo?

O Setembro Amarelo é uma campanha de prevenção ao suicídio que acontece no Brasil desde 2015, por iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Diante disso, o objetivo é conscientizar a população sobre esse grave problema de saúde pública e as formas de evitá-lo.

Nesse sentido, o mês de setembro foi escolhido porque no dia 10 desse mês é comemorado o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, uma data criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio (IASP).

Durante todo o setembro, são realizadas diversas ações, como palestras, eventos, caminhadas, iluminação de monumentos e distribuição de materiais informativos, para alertar sobre os sinais, as causas e as formas de prevenção do suicídio.

Qual a importância do Setembro Amarelo?

Esta campanha é de extrema importância, pois o suicídio é um problema que afeta milhares de pessoas no mundo todo.

Segundo dados da OMS, a cada 40 segundos, uma pessoa morre por suicídio em algum lugar do planeta.

Isso significa que, em um ano, mais de 800 mil pessoas perdem a vida dessa forma. Além disso, o suicídio é a segunda maior causa de morte entre os jovens de 15 a 29 anos.

No Brasil, os números também são alarmantes. De acordo com o CVV, cerca de 32 brasileiros tiram a própria vida todos os dias.

A maioria desses casos está relacionada a algum transtorno mental, como depressão, ansiedade, dependência química e esquizofrenia. Porém, nem sempre esses transtornos são diagnosticados e tratados adequadamente, pois ainda há muito preconceito e falta de informação sobre a saúde mental.

Por isso, falar sobre o suicídio é fundamental para quebrar o tabu e o estigma que cercam esse assunto.

Como podemos ajudar na prevenção do suicídio?

A prevenção do suicídio é uma responsabilidade de todos. Podemos ajudar de várias maneiras, como:

  • Ficar atento aos sinais de alerta, como isolamento social, mudanças de humor, perda de interesse pelas atividades habituais, descuido com a aparência pessoal, automutilação, uso abusivo de álcool ou drogas, expressão de sentimentos de desesperança, culpa ou inutilidade.
  • Oferecer apoio emocional e escuta ativa para as pessoas que estão passando por dificuldades ou crises. Demonstrar empatia, respeito e compreensão, sem julgar ou minimizar os problemas alheios.
  • Encorajar a busca por ajuda profissional especializada, como psicólogos, psiquiatras ou terapeutas. Indicar serviços gratuitos ou acessíveis, como o CVV, que oferece atendimento 24 horas por dia pelo telefone 188 ou pelo chat no site cvv.org.br.
  • Participar das atividades da campanha do Setembro Amarelo em sua cidade ou região. Divulgar as informações sobre o tema nas redes sociais, usando a hashtag #SetembroAmarelo. Usar uma fita amarela no peito ou um laço amarelo no pulso como símbolo da campanha.
  • Cuidar da própria saúde mental, buscando hábitos saudáveis, como alimentação equilibrada, exercícios físicos, sono adequado, lazer e relaxamento. Procurar ajuda quando se sentir sobrecarregado, estressado ou deprimido.

Lembre-se: o suicídio pode ser prevenido e você pode fazer a diferença na vida de alguém. Seja um agente de prevenção e valorização da vida!

Comentários estão fechados.