Sem celular: veja motivos para aderir esse hábito

Ficar sem celular pode parecer ruim, mas saiba que há várias razões para tornar essa atitude um hábito. Confira algumas delas!

Ficar sem celular pode reduzir bastante problemas oculares, cefaleias, dor nos braços, pescoço, coluna, entre outros. Afinal, elas podem ser desenvolvidas pelo uso exagerado e sem controle do smartphone.

O celular é usado para muitas tarefas hoje em dia, mas o uso excessivo pode causar muitos problemas, inclusive problemas de saúde. Para muitos, apenas o pensamento de ficar alguns momentos sem um telefone celular parece preocupante.

As vantagens do smartphone são inegáveis, tanto como ferramenta de trabalho quanto como dispositivo que conecta pessoas de qualquer lugar do mundo. Hoje em dia, é possível abrir uma conta sentado no sofá de casa, ou até pedir um jantar completo para entrega, por exemplo.

Por que ficar sem celular por alguns momentos do dia?

Conseguir ficar sem celular é uma dificuldade para muitas pessoas. O problema é que as pessoas não sabem o que o vício no smartphone pode causar. Além das consequências de saúde, como visão e dores em várias partes do corpo, esse hábito causa, inclusive, acidentes no trânsito. Portanto, até que ponto é saudável a introdução exagerada de celulares no dia-a-dia das pessoas?

Embora os celulares sejam considerados um bom aliado no dia a dia, o uso excessivo deles podem ter efeitos negativos na saúde ocular. A fadiga ocular é uma propriedade comum. As telas cheias de informações, como texto e imagens, podem causar tensão e fadiga nos músculos oculares.

Outro problema comum é a síndrome do olho seco. Ocorre quando as lágrimas não são suficientes para lubrificar os olhos e podem causar lesões oculares. Esta doença pode ser causada pela poluição, superexposição à luz solar e uso excessivo de telefones celulares e outros dispositivos eletrônicos, pois as pessoas tendem a piscar menos.

Ficar sem celular pode reduzir o problema de insônia. Afinal, a luz azul emitida pelas telas dos celulares pode interferir na produção do hormônio melatonina, que regula o sono. Nossos olhos estão acostumados a absorver a luz azul do sol durante o dia. Quando a noite cai, ela interrompe os ritmos circadianos que o levam a descansar à noite e acordar pela manhã. Por maior que seja a tela, o celular continua sendo um aparelho pequeno em relação ao corpo humano, por isso as pessoas costumam usá-lo bem próximo ao rosto tornando-o mais confortável de ver, que acaba entrando em contato com a luz azul.

Outros problemas relacionados ao celular

Quando se fala que o celular se tornou uma extensão do corpo humano, não há muito exagero. Entre os milhares de locais onde as pessoas o utilizam estão banheiros, transporte público e locais de grande fluxo de pedestres, como supermercados e shoppings. A verdade é que estudos mostraram que os telefones celulares podem carregar várias bactérias e germes, segurando o celular próximo ao ouvido para atender uma chamada, por exemplo, os germes podem aderir à sua pele e membranas mucosas, o que aumenta o risco de infecção.

Os olhos não são os únicos que podem ser beneficiados com o tempo sem celular. Como a cabeça humana foi projetada para ser mantida em um determinado ângulo, uma conexão prolongada do celular pode causar problemas para as partes do corpo que a sustentam. A inclinação contínua da cabeça exerce pressão extra na coluna cervical, o que pode afetar o pescoço e a coluna que são fortemente carregados durante o movimento. O problema tem nome e é conhecido mundialmente como síndrome do pescoço de texto.

Agora, um dado muito importante é da Abramet, em média 57% dos acidentes no Brasil são causados ​​pelo uso do celular. O que pode parecer uma coisa inofensiva mata milhares de pessoas. 

Os telefones celulares podem distrair os usuários de várias maneiras e, quando combinado com a condução, pode ser uma mistura explosiva. Em 2017, a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego notificou que o celular causava cerca de 150 mortes por dia no país, quase 54 mil por ano. Essa atitude pode trazer problemas não só para quem a toma, mas também para os que estão na autoestrada.

Não há nada pior do que não ser ouvido ou não receber a atenção que você merece, não importa em qual círculo social você esteja. Embora as pessoas se unem, o uso excessivo do celular também pode acabar por separá-las. A pesquisa também mostra que a navegação frequente no smartphone pode desfazer a amizade e a visão. A distração causada pelos telefones celulares muitas vezes afasta as pessoas ao seu redor, causando danos em relacionamentos pessoais, como com parentes ou amigos.

Por isso, ficar sem celular pode trazer diversos benefícios para a saúde e o comportamento humano. Pode não ser fácil, mas é necessário.

Assine nossa Newsletter para ler conteúdos exclusivos!

Quer receber Notícias Diárias no Telegram? Clique aqui.

Comentários estão fechados.