Pix Garantido: O que é? Saiba mais sobre o recurso do Bacen

Saiba como funcionará a nova modalidade de PIX proposta pelo Governo Federal junto ao Banco Central. Confira!

O Pix Garantido já é uma realidade e se tornou um grande adversário dos cartões de crédito. A iniciativa é um plano do Governo Federal em conjunto com o Banco Central (BACEN), que pretende iniciar a modalidade em 2022. Além da proposta, uma das promessas é reduzir o valor dos juros, que são os grandes vilões dos usuários, reconhecimento.

Em suma, o Pix Garantido permitirá o pagamento parcelado, o que pode atrair tanto empresas quanto mais clientes. A forma de pagamento, já bastante popular entre os brasileiros, promete transações ainda mais fáceis.

Como vai funcionar o Pix Garantido?

Basicamente, a função dessa modalidade é muito semelhante à de um cartão de crédito. Mesmo que o consumidor não tenha saldo em conta, ele pode fazer compras agendando uma ou mais parcelas. Se por acaso chegar a data de pagamento e o usuário ainda não tiver o valor, o banco paga. No entanto, o consumidor deve à instituição que calcula os juros devidos.

Atualmente o pix só pode ser usado se o usuário tiver saldo na conta. Portanto, a mudança é bastante significativa: além de dispensar dinheiro no local, não é necessário cartão magnético. No entanto, haverá um limite para os usuários. No futuro, haverá também a opção de pagar boletos.

Vantagens da nova modalidade

Em apenas dois meses de disponibilidade, o Pix já se tornou o meio de compra mais utilizado no país. Por ser uma transação rápida e eficiente, superou em 20 vezes o tradicional TED. Apesar disso, muitos brasileiros ainda dependem do crédito para fazer compras: só no primeiro trimestre deste ano, foram feitas transações da ordem de R$ 478,5 bilhões.

Nesse sentido, o “Pix Garantido” trará benefícios aos usuários, mas também aos lojistas. Isso porque atrairá mais vendas e não haverá taxas das operadoras de cartão de crédito. Ou seja, o valor integral das compras realizadas por meio dele pertence aos vendedores.

Para quem consome, outra opção de parcelamento melhorará seu poder de compra. Porque mesmo que os bancos cobrem juros, as taxas são significativamente mais baixas do que com os cartões. Por fim, outro ponto positivo é que os usuários precisam apenas do celular para fazer uma compra e podem ficar sem cartões físicos.

Saiba mais sobre o PIX

Inicialmente, o Pix é um meio de pagamento eletrônico instantâneo e gratuito oferecido pelo Banco Central do Brasil para pessoas físicas e jurídicas e é o meio de pagamento mais recente do sistema de pagamentos brasileiro. Foi lançado oficialmente em 5 de outubro de 2020 e totalmente operacional em 16 de novembro de 2020.

Assim, o Pix funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, entre instituições financeiras, fintechs e instituições de pagamento.

> Assine nossa Newsletter para ler conteúdos exclusivos!

Quer receber Notícias Diárias no Telegram? Clique aqui. 

Você também precisa ler:

Comentários estão fechados.