2 dicas para organização financeira sem planilha

Você encontra diversas dicas na internet sobre organização financeira, mas a maioria utilizando planilhas. Entretanto, de nada ainda se você não sabe nem por onde começar ou se você prefere utilizar cadernos.

Você também precisa ler:

É importante entender que a organização financeira pode ser feita no papel. Muitas vezes, não é fácil a adaptação de aplicativos no celular ou planilhas do Excel. Então, se você não está acostumado e não quer desenvolver essas habilidades, basta uma caneta e um papel para ter tudo organizado. 

Se organizar financeiramente é algo que parece complicado para muitas pessoas, mas é essencial para organizar seus objetivos, organizar suas dívidas e melhorar a sua qualidade de vida. Para ajudar você, separamos algumas dicas. Confira!

Organização financeira apenas com papel e caneta

Antes de entender as dicas de organização financeira no papel, vale ressaltar a importância de entender as suas habilidades e como elas são úteis para diversas áreas da sua vida.

É normal encontrar muitas pessoas indicando diversos aplicativos e planilhas para começar o seu planejamento financeiro, afinal, elas são excelentes. Entretanto, de nada vai adiantar se você não tem facilidade em mexer e entender a ferramenta. 

O que muitas vezes acontece é ignorar o básico, ou seja, se é simples demais, não funciona. Então, para mostrar que o simples é sim o suficiente, separamos uma dica de como você pode organizas as suas finanças só com um papel e uma caneta. Acompanhe!

Organização em duas colunas

O mais indicado é que você separe um caderno só para as suas finanças. Afinal, para ser uma organização, você precisa acompanhar mês a mês para saber como está a sua saúde financeira.

Então, separe uma folha do seu caderno para cada mês, vale ressaltar que não importa qual mês você está, o que realmente vale é começar.

Então, para começar a organização financeira no papel, pegue uma folha, basta fazer uma linha vertical bem no meio da página criando duas colunas.

Na primeira coluna nomeie como “Entradas” e na segunda coluna nomeie como “Saídas”. Tudo que você receber inclua na primeira coluna e tudo que você tiver de despesa insira na segunda coluna.

No final da página escreva “Total”. Com ajuda de uma calculadora, some todas as suas despesas e depois subtraia (-) as suas entradas.

Dessa forma, você saberá exatamente o quanto ganha, o quanto gasta e o quanto sobra no mês. Com isso, entenderá a sua vida financeira e seus hábitos. 

Como anotar as suas entradas e saídas

Agora que você já sabe por onde começar a organização financeira, é o momento de entender como você pode anotar todas essas informações.

Caso você não tenha uma renda fixa ou receba outros valores além do seu salário, você deve incluir detalhadamente de onde vem e o valor. Por exemplo: 

Salário – R$2.000,00

Salgados – R$750,00

Dessa forma, a sua organização começa a partir do momento que você sabe exatamente de onde vem o seu dinheiro e o que espera naquele mês em relação às suas entradas financeiras.

Como é importante que você confirme que realmente receberá aquele valor, primeiro coloque a lápis o valor que espera receber e, quando o dinheiro estiver na sua conta, basta escrever a caneta.

Assim que acessar a sua folha do mês, já saberá o que de fato já faturou e o que ainda falta receber. 

Para a organização financeira no papel não precisa ser nada com uma ótima elaboração, basta separar de forma simples, mas que seja objetiva e clara.

> Assine nossa Newsletter para ler conteúdos exclusivos!

Quer receber Notícias Diárias no Telegram? Clique aqui.

Comentários estão fechados.