O que é PIB: Conceito, tipos, cálculo, função e mais; Veja!

O Produto Interno Bruto (PIB) é um indicador econômico que tem relação com a atividade econômica de um lugar durante um determinado período.

PIB é a abreviação de produto interno bruto, que é um indicador econômico amplamente utilizado em macroeconomia (um ramo da economia) que representa a soma de todos os bens e serviços produzidos em uma área geográfica em um determinado período (que pode ser um ano ou ser um trimestre).

Assim, o PIB representa a dinâmica econômica do local e indica o possível crescimento da economia.

Qual é o objetivo do PIB?

Basicamente, o PIB é usado para medir a atividade econômica, usando como análise o resultado do crescimento econômico do local em questão.

Ao calcular o PIB, não só cria a possibilidade de analisar o crescimento econômico, mas também oferece a possibilidade de comparações com outras localidades.

Desse modo, esse crescimento também pode indicar problemas potenciais (caso não tenha crescido conforme o esperado) e, assim, possibilitar diagnósticos que apontem caminhos para melhorar a economia.

O PIB também permite analisar quais setores da economia geram mais ou menos renda. Isso permite identificar as fragilidades econômicas e ver em quais setores investir.

Cabe ressaltar que o cálculo do PIB leva em consideração bens e serviços finais, o que significa que não é levado em consideração o ferro utilizado na fabricação de um carro, por exemplo, mas sim o próprio carro.

Isso evita que alguns produtos sejam contados duas vezes. Os níveis de riqueza podem ser medidos de três maneiras (cada uma com o mesmo resultado)

Riqueza

Toda a riqueza produzida na área é totalizada. Então, tudo o que foi produzido é levado em consideração.

Você também precisa ler:

Assim, essa soma leva em conta o que foi produzido pela indústria, o setor de serviços (todas as atividades remuneradas) e a agricultura. Produtos intermediários, ou seja, matérias-primas, são ignorados para não contar duas vezes.

Demanda

O consumo é contabilizado, ou seja, os gastos internos são levados em conta, então há uma análise do consumo familiar e do governo, e dos gastos das empresas (privadas ou governamentais) que investem.

As exportações e importações também são consideradas neste cálculo. A soma resulta de tudo o que se compra.

Renda

Soma-se a remuneração baseada em salários, juros, aluguéis e lucros distribuídos.

Neste caso, assume-se que o salário pode ser pago, por exemplo, pela comida vendida no restaurante, e desta forma é pago também pelo serviço, o que garante também o lucro auferido pelo estabelecimento, bem como a produção custos.

O cálculo do PIB é baseado na soma dos bens produzidos em um local específico durante um período específico.

Qual é o PIB per capita?

Nesse ponto, o PIB per capita ou PIB por pessoa é o indicador que representa o que cada pessoa da localidade analisada teria da riqueza total produzida no país.

Então o Produto Interno Bruto é dividido pela população da área e dá o que cada pessoa produziu. Até certo ponto, o PIB per capita é usado como indicador do padrão de vida.

É importante dizer que se um país ou um local específico tem um PIB alto, mas tem muitos habitantes, o PIB per capita será baixo, mas isso nem sempre significa que o país é de má qualidade de vida.

O mesmo se aplica a países com este índice médio, como a Noruega. Sendo um país pouco populoso, o Produto Interno Bruto per capita é alto.

Vale destacar que países com Produto Interno Bruto per capita elevado tendem a apresentar índices de desenvolvimento humano mais elevados, pois o crescimento da renda é proporcional à qualidade de vida.

No entanto, muitos estudiosos preferem não utilizar o Produto Interno Bruto como determinante da qualidade de vida por não levar em conta a distribuição desigual de renda.

Quer receber Notícias Diárias no Telegram? Clique aqui.

Comentários estão fechados.