Nova CNH: Motoristas serão obrigados a atualizarem?

Novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) entrou em vigor em Junho e ainda gera dúvidas nos condutores brasileiros.

Novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) entrou em vigor em Junho e ainda gera dúvidas nos condutores brasileiros.

Inicialmente, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) brasileira foi atualizada em junho e o novo modelo do documento foi emitido em todo o território brasileiro. Nesse sentido, com a mudança, a grande questão para os motoristas é: agora tenho que substituir a versão antiga pela nova?

A troca de documentos está prevista, mas ocorrerá gradualmente. Como os motoristas precisam trocar a CNH, as autoridades emitirão o modelo atualizado.

Logo, neste primeiro momento, apenas quem tirar a primeira via, renovar ou tirar a segunda via terá acesso à nova carteira. Para outros brasileiros, o antigo poderá ser utilizado normalmente dentro do seu prazo de validade.

Novas mudanças na CNH

A reformulação visa alinhar o documento aos padrões internacionais, além de garantir maior segurança e prevenir fraudes. Confira as principais mudanças da nova CNH:

  • Assinatura do condutor abaixo da foto;
  • Nome social e filiação afetiva;
  • Tabela informando quais veículos o motorista pode conduzir;
  • Letra “P” do alfabeto indicando Permissão para dirigir e letra “D” do alfabeto indicando habilitação definitiva;
  • Código MRZ utilizado em passaportes.

Em relação à segurança, a CNH detém holograma para identificação e impressão com tinta fluorescente que brilha no escuro. Além disso, alguns itens só são visíveis sob luz ultravioleta.

Há também uma nova seção mostrando os diferentes tipos de licenças existentes para veículos de diferentes categorias. Para veículos de duas rodas, as categorias A para motocicletas e scooters e ACC para tal permissão para conduzir ciclomotor ocorrem exclusivamente para “cinquentinhas” (ciclomotores até 50cc) ou bicicletas elétricas até 4 kW.

Além disso, existe também a categoria A1 , o que causou certa confusão por não existir na legislação brasileira. De acordo com o Ministério da Infraestrutura, não vai haver mudanças nas categorias da CNH.

A pasta esclarece que a presença da categoria A1 é uma exigência da Convenção de Viena, um acordo internacional que visa facilitar o trânsito rodoviário.

Nesse sentido, como pode ser utilizado em todo o mundo, o brasileiro inicia a CNH com o uso do padrão de categorias internacionais mesmo que você não as tenha. De acordo com a Secretaria Estadual de Transportes (Senatran), é o caso da validação de passagens nos estados signatários da Convenção de Viena.

Sobre a CNH

A Carteira Nacional de Habilitação, também chamada de carteira de habilitação, carteira de habilitação ou carteira de habilitação, é o documento oficial que certifica a habilitação do cidadão para dirigir veículos automotores em território brasileiro.

Também, cabe mencionar que a CNH atual contém uma foto, os números do documento principal do motorista e outras informações (por exemplo, sobre o uso de lentes corretivas) e pode ser usada como documento de identidade no Brasil.

> Assine nossa Newsletter para ler conteúdos exclusivos!

Quer receber Notícias Diárias no Telegram? Clique aqui. 

Você também precisa ler:

Comentários estão fechados.