IR 2022: restituição está será em 5 lotes; veja quando receber

Começa em 31 de maio o prazo para o contribuinte receber a restituição do IR(Imposto de Renda) 2022, o calendário segue até setembro. Veja mais!

A data 31 de maio é o prazo para a declaração do imposto de renda IR de 2022, e os contribuintes querem saber quando receberão o reembolso. A Receita Federal divulgou o calendário, que será dividido em cinco lotes até o mês de setembro deste ano.

O valor do imposto a ser pago ou recebido é baseado na soma de todos os rendimentos e impostos em cada faixa de rendimentos dos contribuintes.

Veja quando você receberá o reembolso
O primeiro reembolso começa em 31 de maio. Ou seja, na mesma data da declaração de imposto de renda de 2022.

Assim que o contribuinte preenche a declaração, já é informado se tem ou não direito à restituição. Além disso, o Ministério da Fazenda prioriza o ressarcimento até a data da entrega da declaração.

Você também precisa ler:

Assim, quem declarar primeiro tem prioridade no recebimento e pode receber o dinheiro nos primeiros lotes. Mas antes disso, idosos, pessoas com deficiência, pessoas com doenças graves e professores estão no topo da lista.

Vale lembrar que a restituição nada mais é do que a devolução do valor excedente pago anteriormente. a fatura de compensação anual ou retida na fonte. Ou seja, quando o contribuinte paga mais impostos do que deveria. Por isso, algumas pessoas têm exigências e outras não.

É por isso que é tão importante ter cuidado ao responder ao leão. As despesas dedutíveis justificam o pedido de reembolso. Abaixo está o calendário de reembolso do imposto de renda de 2022:

1. Lote: 31 de maio
2º Lote: 30 de junho
3º Lote: 30 de julho
4º Lote: 31 de agosto
5º lote: 30 de setembro

Conhecendo mais o IR

O Imposto de Renda, também conhecido atualmente como o leão, se trata de um tributo federal sobre a renda (o quanto você ganha) e acompanha a sua evolução patrimonial. Todos os anos o Governo exige que trabalhadores do Brasil inteiro façam a declaração dos ganhos anuais para a Receita Federal.

Após feita a declaração, ela passa por um processo de análise para saber se todos os dados estão de acordo com as cobranças e pagamentos feitos (é de extrema importância que cada centavo declarado seja correspondente aos valores dos comprovantes de renda e pagamentos). Além disso, o Imposto de Renda é uma contribuição compulsória.

> Assine nossa News Later para ler conteúdos exclusivos!

Quer receber Notícias Diárias no Telegran? Clique aqui. 

Você vai gostar de ler:

Comentários estão fechados.