FGTS: Golpe no saque extraordinário tem aumentado; confira

Os golpes no FGTS são artimanhas criminosas na qual golpistas furtam o dinheiro disponível do saque extraordinário das vítimas.

Inicialmente, a possibilidade de sacar R$ 1.000 com o pagamento extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) aliviou muitos brasileiros este ano. Mas a operação também causou muita dor de cabeça para quem foi vítima de golpistas e golpistas.

Tudo isso ocorre por que os criminosos se aproveitam de falhas de segurança para furtar os valores liberados no novo depósito, anunciado em março pelo governo federal.

Segundo um cidadão que sofreu o golpe, ele só percebeu que não tinha mais nada para resgatar quando foi a uma agência da Caixa Econômica Federal.

“Enfrentei uma fila gigantesca e não tinha valor nenhum. Meus dados de segurança estavam alterados, como os dígitos de saque, e até mesmo a senha do meu aplicativo”, conta.

O funcionário, que preferiu não ser identificado, conseguiu resolver rapidamente o problema e efetuar o pagamento ele mesmo na agência. Mas a amiga dela não teve tanta sorte, pois o dinheiro foi transferido para outra conta.

Acho que a segurança desse app [Caixa Tem] deveria ser muito mais avançada, pois não há necessidade de ir a uma agência. Só é necessário validar os dados pessoais na aplicação.

Agora, além do medo de ser roubado, temos que considerar se nossos dados serão usados ​​no futuro por causa desse roubo, disse ela, cujos documentos foram roubados em maio.

O especialista em segurança cibernética Mathias Naganuma acredita que o Caixa Tem é seguro e que existem várias falhas de segurança que dão margem de manobra aos golpistas. Por exemplo, muitos criminosos conseguiram acessar a conta do Caixa Tem com foto impressa da vítima.

Como se proteger de fraudes no FGTS?

Em caso de vazamento de dados, como roubo de documentos, o que se recomenda é que a vítima registre um boletim de ocorrência (B.O.).

De preferência trazer informações que comprovem o uso indevido de documentos. Então, se acontecer um crime, pelo menos há um registro prévio de que suas informações foram expostas.

Ele também recomenda que os usuários tenham mais cuidado ao fornecer informações confidenciais ao se cadastrar e fazer compras. Apesar de nos pedirem diariamente o número do CPF para compras ou cadastro, é extremamente importante não emprestar documentos em hipótese alguma, afirma.

Não só o Caixa Tem enfrenta problemas de fraude (no app do FGTS), mas também alguns dos novos bancos digitais em que os criminosos – de posse dos documentos das vítimas – podem abrir uma conta bancária em nome de terceiros para operações ilegais.

Outra dica importante é usar o aplicativo oficial do Caixa Tem e não as versões piratas ou falsificadas, para que se tenha mais segurança na hora de receber os valores.

O que e FGTS?

Não custa nada dizer que, FGTS é a sigla para “Fundo de Garantia do Tempo de Serviço” que trata-se de um fundo criado com o objetivo de proteger o trabalhador que for demitido sem justa causa.

> Assine nossa Newsletter para ler conteúdos exclusivos!

Quer receber Notícias Diárias no Telegram? Clique aqui.

Você também precisa ler:

Comentários estão fechados.