CTB: Novas regras de trânsito estão em vigor em 2022 no país

As novas regras do CTB discorrem acerca de multas por excesso de peso, infrações de veículos da empresa e suspensão obrigatória de penalidades. Confira mais.

Confira as novidades introduzidas no CTB

Novas regras de trânsito entraram em vigor recentemente no país, introduzidas por alterações na Lei nº 14.229/2021, publicada em outubro de 2021. O dispositivo legal altera vários dispositivos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que estão vindo a ser implementados aos poucos.

Algumas dessas novas regras já entraram em vigor no momento da publicação do texto legal, enquanto outras estão programadas para entrar em vigor a partir de 1º de janeiro de 2023.
A maioria foi implementada dentro do prazo de validade da regra de 180 dias após a publicação. Confira as alterações no Código de Trânsito Brasileiro – CTB.

Multa por excesso de peso

A multa por excesso de peso (quando do transporte de grandes cargas ) acabou por ser flexibilizada no artigo 99 do Código de Trânsito Brasileiro, a partir do acréscimo de dispositivos que regulamentam e detalham as condições para a aplicação da pena.

Sobre o assunto, a lei traz também a novidade da emissão de licença especial para veículos que trafegam no meio rural e áreas que não tem pavimentação.

A autuação só pode ser feita após a pesagem do veículo se este ou o conjunto de veículos que o compõem ultrapassar os limites de peso especificados, tendo em conta a tolerância adequada.

O limite técnico de carga por eixo deve ser visível no estrutura veicular e na Renavan conforme definição do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

A infração nesse caso é considerada média, resulta em 4 pontos na carteira de habilitação e gera multa de R$ 130,16 mais o valor correspondente ao excesso de peso.

Valores da multa para pessoa jurídica

Empresas proprietárias de veículos pagarão multas maiores se não houver comprovação do condutor que cometeu a infração.

A razão para isso é indicar que o condutor responsável é obrigatório na nesses casos, uma vez que a pontuação da infração deve ser atribuída à CNH do motorista correspondente.

Neste caso, se o motorista cometer uma infração grave, a multa será de R$ 195,23. Caso a empresa não identifique o autor do crime, a multa por esse comportamento será de R$ 390,46.

Suspensão obrigatória de multas

Antes das novas regras, o motorista que estava em processo de suspensão não podia ter sua carteira de habilitação bloqueada ou renovada, mas apenas a pedido do motorista.

Com a nova lei, a anterior não é mais necessário um requerimento, ou seja, durante um procedimento administrativo de trânsito, as penalidades atribuídas ao motorista ficam suspensas até que o procedimento seja concluído.

Bem, nos casos em que a defesa prévia não é apresentada ou é negada, serão impostas as penalidades especificadas no procedimento pertinente.

> Assine nossa Newsletter para ler conteúdos exclusivos!

Quer receber Notícias Diárias no Telegram? Clique aqui. 

Você também precisa ler:

Comentários estão fechados.