Concurso PC SP: nova convocação conta com 124 aprovados!

Atenção concursandos: em breve serão convocados 124 aprovados do último concurso PC SP, realizado em 2018! As convocações serão para os cargos de Delegado, Agentes e Papiloscopistas.

De acordo com a Assessoria de Imprensa da PC-SP, as convocações previstas são:

  • Delegados: 03 aprovados;
  • Agentes de Telecomunicações: 31 aprovados;
  • Papiloscopistas: 10 aprovados;
  • Auxiliares de Papiloscopistas: 36 aprovados;
  • Agentes Policiais: 31 aprovados.

Contudo, ainda não há data específica para tais convocações, e segundo a Assessoria de Imprensa, devem ocorrer nas próximas semanas.

Concurso PC SP: novo certame autorizado

Embora as convocações do último concurso PC-SP estejam em andamento, foi autorizado um novo edital para o orgão.

Este edital visa o provimento de 2.939 vagas para a Polícia Civil e para a Polícia Técnico Científica, distribuídas da seguinte forma:

  • Delegado: 250 vagas;
  • Escrivão: 1.600 vagas;
  • Investigador: 900 vagas;
  • Médico Legista: 189 vagas.

Falando em vagas, existe um Projeto de Lei aprovado pelos deputados que determina o percentual mínimo de 60% dos cargos por policiais femininas, o que pode ser uma prerrogativa para um edital específico para mulheres.

Além disso, espera-se que o edital seja publicado este ano ainda, o qual depende do aval do governador para a realização da contratação da banca e publicação do edital.

Outra informação muito importante é que a banca organizadora do concurso PC-SP ainda não foi definida, porém a Fundação Vunesp é a mais cotada, já que ela realizou o último certame.

Concurso PC SP: último certame realizado

É importante relembrar que o último concurso PC-SP realizado contou com o provimento de 2.750 vagas para os seguintes cargos:

  • Escrivão de Polícia;
  • Investigador;
  • Agente Policial;
  • Agente de Telecomunicações;
  • Delegado;
  • Papiloscopista;
  • Auxiliar de Papiloscopista.

A concorrência foi tão grande que foram contabilizados mais de 100 mil inscritos, para cargos de nível médio e superior.

O último concurso da PC-SP foi realizado em 2018, pela Fundação Vunesp, conforme descritos a seguir.

PC-SP: Escrivão de Polícia

último concurso PC-SP para o cargo de Escrivão de Polícia proveu 800 vagas, e contou com 05 (cinco) etapas, sendo elas:

1ª Etapa: Prova Objetiva preambular, com questões de múltipla escolha, contando com as seguintes disciplinas:

  • Módulo I – Língua Portuguesa – 36 questões;
  • Módulo II – Noções de Direito – 30 questões;
  • Módulo III – Noções de Informática – 16 questões;
  • Módulo IV – Noções de Criminologia, Lógica e Atualidades – 18 questões.

2ª Etapa: Prova Escrita, contendo 05 questões disseratativas acerca das disciplinas de Língua Portuguesa, Noções de Direito, Noções de Informática e Noções de Criminologia;

3ª Etapa: Comprovação de idoneidade e conduta escorreita, mediante Investigação Social;

4ª Etapa: Exame Oral, composta por arguição sobre conhecimentos das disciplinas, a fim de medir o conhecimento jurídico, linguagem, articulação do raciocínio e capacidade de argumento;

5ª Etapa: Prova de Títulos.

PC-SP: Investigador

último concurso PC-SP para o cargo de Investigador proveu 600 vagas, e contou com 05 (cinco) etapas, sendo elas:

1ª Etapa: Prova Objetiva preambular, com questões de múltipla escolha, contando com as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa – 30 questões;
  • Noções de Direito – 30 questões;
  • Noções de Criminologia – 10 questões;
  • Noções de Lógica – 10 questões;
  • Noções de Informática – 10 questões;
  • Atualidades – 10 questões.

2ª Etapa: Prova Escrita, com o objetivo de avaliar o conhecimento jurídico, contendo 04 questões disseratativas acerca das disciplinas de Noções de Direito e Noções de Criminologia;

3ª Etapa: Comprovação de idoneidade e conduta escorreita, mediante Investigação Social;

4ª Etapa: Exame Oral, composta por arguição sobre conhecimentos das disciplinas, a fim de medir o conhecimento jurídico, linguagem, articulação do raciocínio e capacidade de argumento;

5ª Etapa: Prova de Títulos.

>>> Leia mais: Método Pomodoro: como aplicá-lo em seus estudos? <<<

PC-SP: Delegado

último certame para o cargo de Delegado proveu 250 vagas, e contou com 05 (cinco) etapas, sendo elas:

1ª Etapa: Prova Objetiva preambular, com questões de múltipla escolha, contando com as seguintes disciplinas:

  • Direito Penal – 14 questões;
  • Direito Processual Penal – 14 questões;
  • Legislação Específica – 14 questões;
  • Direito Constitucional – 14 questões;
  • Direitos Humanos – 14 questões;
  • Direito Administrativo – 14 questões;
  • Direito Civil, Medicina Legal e Informática – 16 questões.

2ª Etapa: Prova Escrita, com o objetivo de avaliar o conhecimento jurídico e a norma culta, contendo 01 questão dissertativa e 04 questões discursivas;

3ª Etapa: Comprovação de idoneidade e conduta escorreita, mediante Investigação Social;

4ª Etapa: Exame Oral, composta por arguição sobre conhecimentos das disciplinas, a fim de medir o conhecimento jurídico, linguagem, articulação do raciocínio e capacidade de argumento;

5ª Etapa: Prova de Títulos.

Pré-requisitos para TOMAR POSSE

Para TOMAR POSSE no concurso PC-SP, é necessário cumprir os seguintes pré-requisitos:

  • O candidato, sob as penas da lei, assume cumprir as exigências do edital;
  • Ter nacionalidade brasileira ou gozar das prerrogativas dos Decretos n.º 70.391/1972 e n.º 70.436/1972 e da Constituição Federal, artigo 12, § 1º;
  • Ser brasileiro nato, naturalizado ou, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto da igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos;
  • Ter, na data da posse, idade igual ou superior a 18 anos de idade;
  • Não registrar antecedentes criminais;
  • Estar no gozo dos direitos políticos;
  • Estar em dia com as obrigações do serviço militar, observando o disposto no artigo 210 do Decreto Federal n.º 57.654/1966;
  • Possuir a última declaração de Imposto de Renda entregue à Secretaria da Receita Federal ou declaração pública de bens;
  • Estar com o CPF regularizado;
  • Ter plena capacidade física e mental para o exercício do cargo;
  • Ter conduta irrepreensível na vida pública e privada;
  • Ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “B”, no mínimo;
  • Ter sido aprovado no concurso, observado o número de vagas colocadas à disposição;
  • Ser portador de certificado de conclusão de ensino médio expedido por escola oficial ou reconhecida e devidamente registrado.

Considerações Finais

Embora as convocações estejam caminhando, os candidatos das carreiras policiais devem investir em uma preparação sólida, que consiga abranger tanto as provas objetivas, discursivas e o TAF.

Lembre-se que a jornada pode ser longa, mas a posse chegará em breve, com muita garra e persisitência.

Até a posse, concursandos!

Comentários estão fechados.