Concurso INSS: novo pedido foi enviado! Previsão de 10 mil vagas!

Atenção concursandos: foi enviado um novo pedido de autorização para o concurso INSS no dia 31 de maio, solicitando um total de 10 mil vagas para os mais diversos cargos.

Sendo assim, é necessário que o governo dê o aval para a realização do certame e contratação da banca organizadora.

Embora os cargos ainda não foram anunciados, o concurso INSS já contava com um pedido de autorização, que tramita desde 2019 e foi enviado para o Ministério da Economia.

Neste pedido, foram solicitadas 7.888 vagas distribuídas entre os cargos de perito, técnico e analista.

Concurso INSS: Último certame realizado

Inicialmente, o último certame para o INSS foi realizado em 2015 pela Cespe/UnB, provendo as seguintes vagas:

  • 800 vagas para Técnico do Seguro Social;
  • 150 vagas para Analista do Seguro Social com formação em Serviço Social.

Assim, o certame contou apenas com Provas Objetivas de Conhecimentos Básicos e Específicos, no estilo “CERTO” ou “ERRADO”, contendo 50 questões de Conhecimentos Básicos e 70 questões de Conhecimentos Específicos.

Para o cargo de Analista, a prova foi composta pelas seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Noções de Informática;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo;
  • Legislação Previdenciária;
  • Legislação da Assistência Social, Saúde do Trabalhador e da Pessoa com Deficiência;
  • Conhecimentos Específicos acerca da área do Serviço Social.

Já para o cargo de Técnico do Seguro Social, a prova foi composta pelas seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Noções de Informática;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo;
  • Ética no Serviço Público;
  • Regime Jurídico Único;
  • Seguridade Social.

Vejam mais: URGENTE! Rateio de Concursos é realmente considerado Crime?

Concurso INSS: atribuições, cargos e remunerações

Vale a pena destacar, o último edital proveu vagas para os cargos de Analista do Seguro Social com formação em Serviço Social e Técnico do Seguro Social.

Para o cargo de Analista, a formação exigida foi de graduação em Serviço Social, e tinha como atribuições:

  • Prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços
    prestados pelo INSS nas Agências da Previdência Social – APS e aos seus servidores, aposentados e pensionistas;
  • Elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de Serviço Social e Reabilitação Profissional; supervisionar e homologar os programas profissionais realizados por terceiros ou instituições conveniadas;
  • Realizar avaliação social para fins de concessão de direitos previdenciários e benefícios assistenciais; promover estudos sociais e socioeconômicos, pesquisa e levantamento de informações visando à emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direitos previdenciários e benefícios assistenciais, bem como à decisão médico pericial;
  • Exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS.

Para este cargo, a remuneração é de R$ 7.496,09, composta pelo vencimento básico, gratificação de atividade executiva (GAE) e gratificação de desempenho de atividade do seguro social (GDASS).

Para o cargo de Técnico do Seguro Social, a formação exigida foi de nível médio, e tinha como atribuições:

  • Realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica; coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres;
  • Exercer, mediante designação da autoridade competente, outras
    atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS.

Para este cargo, a remuneração é de R$ 4.886,87, composta pelo vencimento básico, gratificação de atividade executiva (GAE) e gratificação de desempenho de atividade do seguro social (GDASS).

Além disso, ambos os cargos têm atribuições de caráter administrativo, dando apoio no andamento e na movimento dos processos internos e demais atividades, em caráter técnico e administrativo, com jornada de 40 horas semanais.

Para consultar o último edital, acesse aqui.

Considerações Finais

Para os concursandos que desejam ingressar no concurso INSS, este é o momento ideal para investir em uma preparação pré-edital.

Sendo assim, analise o último edital e comece a sua preparação, organizando uma rotina de estudos e ciclos de estudos que contemplem as disciplinas previstas.

Vejam mais: Técnicas de estudo: as 10 técnicas mais eficazes para concursos

Comentários estão fechados.