Concurso da FUNAI 2023: 502 vagas; comissão formada. Veja!

O concurso da FUNAI tem comissão já formada. Veja os detalhes sobre o certame que oferece 502 vagas para nível médio e superior.

O concurso da FUNAI foi autorizado pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) em 2 de maio de 2023, por meio da portaria Nº 1.850.

De acordo com o documento, o edital deve ser publicado no prazo de até seis meses, contados da data de autorização, ou seja, até novembro de 2023.

Além disso, no dia 7 de agosto de 2023, a comissão organizadora do certame foi alterada, o que indica que o processo está avançando.

A comissão é responsável por definir a banca examinadora, elaborar o projeto básico do concurso e acompanhar todas as etapas da seleção.

Quais são os cargos, as vagas e as remunerações do concurso da FUNAI?

O concurso da FUNAI prevê o provimento de 502 vagas para os seguintes cargos:

  • Agente em Indigenismo – nível médio (152 vagas);
  • Administrador – nível superior (26 vagas);
  • Antropólogo – nível superior (19 vagas);
  • Arquiteto – nível superior (1 vaga);
  • Arquivista – nível superior (1 vaga);
  • Assistente Social – nível superior (21 vagas);
  • Bibliotecário – nível superior (6 vagas);
  • Contador – nível superior (12 vagas);
  • Economista – nível superior (24 vagas);
  • Engenheiro – nível superior (20 vagas);
  • Engenheiro Agrônomo – nível superior (31 vagas);
  • Engenheiro Florestal – nível superior (2 vagas);
  • Estatístico – nível superior (1 vaga);
  • Geógrafo – nível superior (4 vagas);
  • Indigenista Especializado – nível superior (152 vagas);
  • Psicólogo – nível superior (6 vagas);
  • Sociólogo – nível superior (12 vagas);
  • Técnico em Assuntos Educacionais – nível superior (2 vagas);
  • Técnico em Comunicação Social – nível superior (10 vagas).

As remunerações variam de R$ 5.331,26 a R$ 7.296,31, conforme o cargo escolhido pelo candidato.

O que é a FUNAI?

A FUNAI é a sigla para Fundação Nacional dos Povos Indígenas, um órgão federal vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, que tem como missão proteger e promover os direitos dos povos indígenas no Brasil.

Nesse sentido, o órgão atua em diversas áreas, como demarcação de terras, saúde, educação, meio ambiente, cultura, entre outras.

Quais são as etapas do concurso da FUNAI?

Ainda não há informações oficiais sobre as etapas do concurso da FUNAI, mas é possível ter uma ideia baseada no último certame realizado em 2016. A banco organizadora foi a ESAF.

Na ocasião, os candidatos foram avaliados por meio de:

  • Prova objetiva de conhecimentos básicos e específicos;
  • Prova discursiva de conhecimentos específicos;
  • Avaliação de títulos (somente para os cargos de nível superior).

As provas objetivas e discursivas foram aplicadas nas 26 capitais estaduais e no Distrito Federal. A prova objetiva teve 60 questões de múltipla escolha, sendo 20 de conhecimentos básicos e 40 de conhecimentos específicos. A prova discursiva consistiu na elaboração de um texto dissertativo sobre um tema relacionado ao cargo pretendido.

Como se preparar para o concurso da FUNAI?

Se você quer conquistar uma das vagas do concurso da FUNAI, é preciso se preparar com antecedência e dedicação. Algumas dicas que podem te ajudar são:

  • Estude o conteúdo programático do último edital e atualize-se sobre as possíveis mudanças;
  • Resolva questões e provas anteriores da banca examinadora;
  • Faça um cronograma de estudos e siga-o com disciplina;
  • Revise os assuntos mais importantes e faça simulados;
  • Mantenha-se informado sobre as novidades do concurso e do órgão.

O concurso da FUNAI é uma ótima oportunidade para quem deseja ingressar no serviço público e trabalhar em prol dos povos indígenas.

Comentários estão fechados.