Como economizar em Gramado: Dicas para gastar pouco

Quer conhecer Gramado sem gastar muito? Confira as nossas dicas de como economizar em Gramado em hospedagens, passeios, restaurantes.

Gramado é uma das cidades mais charmosas e visitadas do Brasil, mas também tem fama de ser cara e inacessível para muitos viajantes.

No entanto, com um pouco de planejamento e criatividade, é possível conhecer e curtir as belezas e atrações da Serra Gaúcha sem estourar o orçamento.

Neste artigo, vamos te dar algumas dicas de como economizar em Gramado, desde a escolha da hospedagem e dos passeios até as opções de restaurantes e compras. Confira!

Escolha a melhor época para viajar

A primeira dica para economizar em Gramado é escolher a melhor época para viajar .

A cidade tem eventos e atrações durante o ano todo, mas alguns períodos são mais concorridos e caros do que outros.

A alta temporada em Gramado ocorre nos meses de julho, dezembro e janeiro, quando há maior procura por causa do frio, das férias escolares e do Natal Luz.

Nesses meses, os preços de passagens aéreas, hospedagens e passeios costumam subir consideravelmente, além de haver mais filas e lotação nas atrações.

Se você quer economizar em Gramado, prefira viajar na baixa temporada, que vai de março a junho e de agosto a novembro.

Nesses meses, você pode encontrar promoções e descontos em diversos serviços, além de aproveitar a cidade com mais tranquilidade e menos aglomeração.

Reserve tudo com antecedência

Outra dica para economizar em Gramado é reservar tudo com antecedência.

Ao planejar sua viagem com antecedência, você pode pesquisar e comparar preços de passagens aéreas, hospedagens e passeios, e garantir as melhores ofertas.

Além disso, você pode evitar surpresas desagradáveis como indisponibilidade de vagas ou aumento repentino de tarifas.

Uma boa forma de reservar tudo com antecedência é usar sites e aplicativos que facilitam a busca e a compra de serviços turísticos.

Por exemplo, você pode usar o Rentcars para alugar um carro no aeroporto de Porto Alegre e ir até Gramado pela Rota Romântica.

Você também pode usar o Tour Fácil para comprar ingressos antecipados para as principais atrações da Serra Gaúcha, como o Snowland, o Mini Mundo e o Mundo a Vapor.

Aproveite as atrações gratuitas ou baratas

Gramado tem muitas atrações gratuitas ou baratas que valem a pena conhecer.

Você não precisa gastar muito para se divertir e apreciar as belezas da cidade. Veja algumas sugestões:

  • Passear pelo centro da cidade e admirar a arquitetura europeia das casas, lojas e igrejas.
  • Visitar o Lago Negro e fazer um piquenique ou um passeio de pedalinho.
  • Conhecer o Lago Joaquina Rita Bier e assistir ao espetáculo do Natal Luz (gratuito).
  • Caminhar pela Rua Coberta e conferir as lojas, cafés e apresentações culturais.
  • Tirar fotos na Rua Torta, uma das ruas mais curiosas e fotogênicas do Brasil.
  • Fazer um tour pela Fumacinha ou pela Jardineira das Hortênsias, que são ônibus temáticos que percorrem os principais pontos turísticos da cidade por um preço acessível.
  • Visitar o Museu do Perfume (gratuito) e conhecer a história e o processo de fabricação dos perfumes.
  • Degustar chocolates nas diversas fábricas e lojas da cidade.

Escolha bem onde comer

Gramado é famosa pela sua gastronomia variada e de qualidade, mas também pode ser um destino caro para quem quer comer bem.

Por isso, é importante escolher bem onde comer e evitar gastar mais do que o necessário. Veja algumas dicas:

  • Evite os restaurantes localizados no centro da cidade, que costumam ser mais caros e lotados. Procure por opções mais afastadas ou em cidades vizinhas, como Canela e Nova Petrópolis.
  • Aproveite os restaurantes que oferecem buffet livre ou por quilo, que são mais econômicos e permitem que você experimente diversos pratos típicos da região, como o churrasco, o galeto e a sopa de capeletti.
  • Fuja dos restaurantes de fondue, que são muito caros e nem sempre valem a pena. Se você quiser provar essa especialidade suíça, procure por promoções em sites de compras coletivas ou compre um kit de fondue no supermercado e faça você mesmo no seu hotel ou pousada.
  • Experimente os cafés coloniais, que são uma tradição da Serra Gaúcha e oferecem uma variedade de quitutes doces e salgados por um preço fixo. Mas cuidado para não exagerar e passar mal!

Compre com moderação

Gramado é um paraíso para quem gosta de fazer compras, mas também pode ser uma armadilha para quem quer economizar.

A cidade tem muitas lojas de artesanato, roupas, calçados, couro, malhas, cristais, vinhos e chocolates, que podem tentar você a gastar mais do que o planejado.

Por isso, é importante comprar com moderação e seguir algumas dicas:

  • Pesquise os preços antes de comprar e pechinche sempre que possível. Muitas lojas oferecem descontos para pagamento à vista ou em dinheiro.
  • Evite as lojas localizadas no centro da cidade, que costumam ser mais caras e turísticas. Procure por lojas mais afastadas ou em cidades vizinhas, como Canela e Nova Petrópolis.
  • Compre apenas o que você realmente precisa ou gosta. Não se deixe levar pela empolgação ou pela pressão dos vendedores.
  • Prefira produtos locais ou regionais, que são mais baratos e originais. Evite produtos importados ou falsificados, que podem ter qualidade duvidosa ou problemas na alfândega.

Assim, Gramado é uma cidade encantadora e cheia de atrações para todos os gostos e bolsos. Com um pouco de planejamento e criatividade, você pode aproveitar a cidade sem gastar muito e sem perder nada.

Esperamos que as nossas dicas te ajudem a economizar em Gramado e a ter uma viagem inesquecível!

Comentários estão fechados.