Organização financeira pessoal: 4 formas para começar a sua!

A organização financeira pessoal não precisa ser difícil e nem uma coisa do outro mundo, mas, ainda assim, é normal que muitas pessoas não saibam por onde começar. Mas sabemos que é um passo fundamental para alcançar qualquer objetivo e para ter uma boa qualidade de vida. Afinal, todo mundo quer melhorar a situação financeira. 

Você também precisa ler:

Se você não sabe por onde começar na organização financeira pessoal, então, precisa conhecer as dicas que separamos e detalhamos nos próximos tópicos. Todas elas são fundamentais para um controle financeiro. Confira!

A organização financeira pessoal e como é essencial

Para começar a organização financeira pessoal é fundamental que realmente entenda a importância dela. Dessa forma, você levará a sério e terá motivação para manter a organização.

Quando você não faz um planejamento das suas finanças é um passo para se envolver em diversas dívidas, gastos que poderiam ser evitados, fica longe de realizar qualquer sonho que envolva qualquer valor R$, fica sem dinheiro para emergências, entre outras consequências. Ou seja, ficar sem organizar as suas finanças é perder o sossego e não conseguir dormir direito. Afinal, quem fica bem com várias dívidas para pagar?

Prepare o orçamento

A primeira dica para organização financeira pessoal é ter um orçamento. Então, faça uma lista com todos os seus custos fixos e custos variáveis (aluguel, luz, água, telefone, internet, entre outros). Em seguida, faça um cálculo e descubra quanto gasta por mês. O resultado é o valor do seu custo de vida. 

Entender isso é saber exatamente o quanto pode gastar por mês. Quanto sobra ao retirar o valor do seu custo de vida? Esse valor pode ser direcionado a investimentos e a reserva de emergência, por exemplo. O importante é que não utilize o dinheiro para o seu custo de vida.

Quais são as suas metas?

Ter metas é a nossa segunda dica para organização financeira pessoal. Não precisa economizar apenas o dinheiro que sobra no mês. É interessante que você coloque uma meta financeira para economizar. Por exemplo: Quero guardar R$100,00 mensalmente. Então, inclua já esse valor dentro do seu orçamento e todo mês você pode transferir para uma conta diferente dos seus gastos diários.

Nada de gastos desnecessários

Tenha sempre em mente que é fundamental saber para onde o seu dinheiro vai ou nunca terá uma organização financeira. Por isso, pense muito bem antes de gastar o que está fora do seu orçamento e que não é urgência. Não adianta querer fugir das dívidas se não consegue controlar os seus gastos.

Não faça mais dívidas

A nossa última dica para a organização financeira pessoal é a mais óbvia, mas talvez a mais difícil de ser cumprida: não faça mais dívidas. Com certeza você sabe as taxas e os juros que precisam ser pagos quando uma conta está atrasada. Com isso, o seu orçamento financeiro fica completamente comprometido. Então, é muito importante que regularize os seus débitos e não faça mais nenhuma dívida sem necessidade.

> Assine nossa Newsletter para ler conteúdos exclusivos!

Quer receber Notícias Diárias no Telegram? Clique aqui.

Comentários estão fechados.