A Santa Igreja no metaverso? A parceria do século! Confira

Será que vamos viver para ver a Igreja no metaverso? A ideia é transformar as artes do Vaticano em NTFs para exposição pública.

Será que vamos viver para ver a Igreja no metaverso? Bom, que o metaverso tá bombando, todo mundo sabe.

De shows super concorridos a uma semana de moda completa, os maiores eventos, os maiores nomes da música e da moda, todos cravaram seus nomes no universo virtual da Meta, empresa de Mark Zuckerberg. Será que chegou a vez de uma grande religião dar o salto da realidade para a virtualidade?

Notícias da Igreja no metaverso

As notícias são de que a Igreja faria uma parceria com uma empresa famosa por desenvolver programas para o metaverso, a Sensorium.

Mas, essa parceria tem raízes no patrimônio artístico que a Santa Sé acumula. Atualmente, o Vaticano possui obras de artistas como Picasso, van Gogh, Kandinsky, Gauguin, Dalí, Chagall, Raphael e Michelangelo.

Paralelamente, uma fundação chamada Humanity 2.0 tem como foco usar todas as ferramentas possíveis para permitir que nada impeça a raça humana de se desenvolver em todos os campos, incluindo o da arte.

E foi justamente o padre Philip Larrey, presidente da fundação, que divulgou o interesse da entrada Igreja no metaverso.

A ideia é que todo o acervo da Igreja possa ser disponibilizado na versão digital do mundo atual.

Dessa forma, todos teriam acesso às incríveis telas. Para isso, a Igreja teria a ajuda da tal Sensorium.

Pronto! Esse foi o estopim para uma corrida por informações que confirmassem a parceria da Igreja no metaverso. Mas, nada foi confirmado. A partir de então, ninguém dá muitas informações, não confirma e nem desmente nada. E os curiosos quase se mordem.

Fake news sobre a Igreja no metaverso

Até o momento, é quase impossível garantir se são fake news ou não. Afinal, a Igreja também não se pronuncia sobre o assunto.

Um site até chegou a receber uma proposta para entrevista. Mas, após o anúncio, a entrevista foi cancelada e ninguém falou mais nada!

Dentro de alguns dias, a empresa Sensorium retornou dizendo apenas que a fundação é afiliada à Igreja. Ou seja, tudo depende da aprovação e chancela da Santa Sé.

Então, para saber sobre o futuro da Igreja no metaverso ainda vai levar um tempo.

Pois, apesar da divulgação dos testes de uma plataforma de artes da Sensorium e que de que ela será lançada esse ano, ainda não existe nenhuma ligação estabelecida para transformar as artes do Vaticano em NFTs para exposição no metaverso.

Sendo assim, pode ser que leve mais tempo para que o universo digital preencha essa lacuna e possa contar com a participação de alguma igreja no metaverso.

> Assine nossa News Later para ler conteúdos exclusivos!

Quer receber Notícias Diárias no Telegran? Clique aqui. 

Você vai gostar de ler:

Comentários estão fechados.